LUTA POR TERRA E EDUCAÇÃO: DESAFIOS NA CONTRA-HEGEMONIA DO PRONERA, A

Código: 509
R$ 80,00
Editora : Ufpr
Coleção : Série Pesquisa
A educação do campo se constituiu ao longo da década de 1990 no Brasil como uma proposta contra-hegemônica ao modelo educacional que percebe os povos do campo e seus modos de vida como atrasados. Essa proposta, diretamente relacionada à histórica luta por terra e educação, foi protagonizada pelos movimentos sociais do campo organizados. A sua grandeza se encontra justamente na constatação de que os povos subalternizados do campo possuem potencial para enfrentar a hegemonia do capital, propondo e executando caminhos alternativos que objetivam a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. Nesse contexto, convidamos o leitor e a leitora a compreender a beleza da luta camponesa no Brasil por terra e por educação através do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera). Esse programa foi conquistado em 1998 e se tornou um grande desafio para os movimentos sociais do campo, as universidades e o governo federal. Torna-se salutar entender os avanços e as adversidades enfrentadas por esse importante programa. Para isso, iremos nos debruçar sobre o projeto executado entre a UEFS, o Incra, a Fetag-BA e a Pastoral Rural da Diocese de Paulo Afonso entre 2005 e 2008.

ISBN:

9788584802180

Ano de Publicação:

2024

Edição:

1

Formato:

21,00 x 14,00 x 1,20cm

Nº Paginas:

207p

Peso:

271gr